Coluna SP

[Coluna SP 08.09.2021]

Birthdays

Sopra velinhas, hoje, o industrial Ivens Dias Branco Junior, presidente do poderoso Grupo M. Dias Branco (picture by Tapis Rouge), que traz no DNA o empreendedorismo e a visão do inesquecível pai, Ivens Dias Branco.

Descontração

A bonita médica Marjorie Mota foi vista curtindo o pôr do sol nas areias do Golf Ville, último domingo.

Bem acolhida

Presidente do TJCE, a desembargadora Nailde Pinheiro (flash à esquerda) recebeu, durante todo o dia de segunda-feira, uma mega solidariedade por conta do incêndio em parte do prédio do Tribunal de Justiça -gesto partido desde o governador Camilo Santana ao presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux (foto à direita), além de diversas autoridades e instituições. A partir de hoje setores da gestão afetados trabalharão provisoriamente em instalações do Fórum Clóvis Beviláqua.

Serena, alinhada e absolutamente segura e empenhada nas medidas adotadas, a presidente Nailde Pinheiro ressaltava a preservação dos processos, em sua quase totalidade, digitalizados na Corte.

Em evidência

Vice-presidente da SBCT- Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica (biênio: 2021-2022), com sede em SP, o notável cirurgião Francisco Martins Neto tomou parte do relançamento do site (sbct.org.br) -com visual mais moderno e de modo a atender de forma ainda mais abrangente os 700 associados da expressiva entidade.

Somewhere in time

Ano-2012: Mix de empreendedor e intelectual, o alinhado João Soares Neto revelava à colunista uma de suas paixões: o cinema. Mas, ao invés de cinéfilo, ele, um connaîsseur, preferia intitular-se “cinemeiro”. Acrescentando: Vejo filmes desde os 13 anos. Quase sempre em salas escuras de projeção em 35mm. Sou um adicto em cinema, mas não tenho ainda o conhecimento para me dizer cinéfilo. Falta muito.

– Que filme mais te marcou?

JSN: Não há um filme específico. Há vários, depende do dia e da memória. Lembro agora de Tortura do Silêncio, de Alfred Hitchcock. É a história de um padre confessor (Montgomery Clift), que é indiciado por um crime cometido por alguém que havia lhe revelado ser o autor. Clift foi o eterno amor platônico de Elizabeth Taylor, que sabia de sua homossexualidade. Cinema Paradiso, dirigido por Giuseppe Tornatore, conta a história do menino Totó, que infernizava o irritado projecionista Alfred (Philip Norin) do único cinema de uma cidade do interior da Itália. Depois de adulto, o menino cinemeiro se torna cineasta (Jacques Perrin) e rememora o acontecido ao receber a notícia da morte de Alfred. Volta e vê a decadência do cinema e o amigo morto. O Velho e o Mar, sob a direção de John Sturges, com Spencer Tracy, interpretando um velho pescador nos mares cubanos, que conversa com um jovem sobre como é pescar. Foi baseado no romance The Old Man and The Sea, de Ernest Hemingway, que logo depois venceu o Prêmio Nobel de Literatura, em 1954. Paradoxalmente, Hemingway, em seguida, cometeria suicídio na Cuba ainda de Fulgêncio Batista. Poderia citar outros filmes mas basta que não se esqueça de Cidadão Kane, de Orson Welles.

Quem veio

Passaram o weekend em Fortaleza Roberta Bardawill e Fernando Beato – delegado de polícia no Estado de SP, membro do diretório nacional do Partido Progressista e presidente do Clube Atlético Linense, na cidade de Lins, a terra-berço. O casal – bem charmosón – foi hóspede do Gran Marquise.

Prestígio

O gentleman Rubens Studart – no clic (by Tapis Rouge) com Marialba – por diversas vezes dirigente do Ideal, pontifica em interessante entrevista na edição de agosto da revista do tradicional clube da Monsenhor Tabosa.

Niver

A querida e solicitada fotógrafa Bia Medeiros (flash) passou o seu aniversário, ontem, meditando na Pousada Cultural dos Poetas.

Compartilhar