Coluna SP

Sereia’s Night – Trailer

Preservando a tradição e a beleza das 48 edições da Noite da Sereia de Ouro, a versão 49 – última sexta, no icônico Theatro José de Alencar (data de 1910) – foi igualmente alinhada e manteve o glamour e o brilho que revestem, ao longo de 4 décadas, essa promoção vitoriosa do Sistema Verdes Mares, instituída em 1971, pelo inesquecível industrial Edson Queiroz.

E, então, a plateia que preencheu o TJA assistiu, no evoluir da cerimônia, à absoluta grandeza da reverência via entrega do Troféu Sereia de Ouro (picture) a quatro personalidades que, ao longo de suas trajetórias, só têm honrado o Estado com suas valiosas contribuições nas cenas da Ciência, Justiça, Arte e Medicina.

Em cerimônia apresentada por Luiz Esteves e Patrícia Nilsen, ao som da Camerata da Unifor e Big Band Unifor, os agraciados Fernando de Mendonça – cientista –, Espedito Seleiro – artesão –, Iracema do Vale –desembargadora – e Sulivan Mota – médico – conquistaram seus troféus, respectivamente entregues pela vice-governadora Izolda Cela, prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha, e presidente do Legislativo/CE, José Sarto Nogueira.

Em nome dos homenageados discursou Iracema do Vale, seguindo-se o speech do jovem e guapo presidente do Grupo Edson Queiroz, Abelardo Gadelha Rocha Neto.

Detalhe: convidado d’honneur para a cerimônia-recepção, o governador Camilo Santana desculpou-se cortêsmente, alegando não se sentir confortável em comparecer à uma solenidade tão expressiva mas com appeal festiva quando o CE sofre, há dias, ataques terroristas, pilotados por periculosos bandidos que levam aflição, prejuízo e sofrimento ao povo.

À cerimônia – envolta em seu desenrolar – por muitos aplausos, seguiu-se requintado cocktail, nos belíssimos jardins do TJA, grifados pelo mítico Burle Marx e com décor de Dito Machado. O plus? Apresentações dos cantores Gustavo Serpa, Joyce Malkomes e Malkon.

Auridéa Gualberto assinou o apreciado e très chic cocktail, em que circularam, com generosidade, o Old Parr e finíssimo espumante.

A sessão tintin rolou em clima de absolutas elegância e leveza. Tradução? Uma noite memorável, em que o senador Tasso Jereissati – com a bela Renata – puxou a relação de presenças do universo político.

Compartilhar

Deixe seu comentário