GastronomiaLugares & Sabores

O Gran Marquise e seus templos gastronômicos: Festival de Sushis do Mangostin

por Leo Gondim*

Já provado – e aprovado – que os cearenses possuem um dom natural para a cozinha e as mais diversas técnicas da gastronomia mundial. Na Cozinha Oriental, uma ciência milenar de mistura de texturas e temperos, o Chef ou Sushiman têm uma responsabilidade imensa de honrar as tradições e ousar com sua criatividade e responsabilidade em novos toques nessa tão respeitada gastronomia.

Nossa “loira banhada pelo sol” não poderia ficar atrás e tem entre seus restaurantes um dos mais originais e de bom gosto do país, o Mangostin do Hotel Gran Marquise. A casa apresenta uma decoração sóbria e aconchegante e pratica a Cozinha Oriental/Asiática de forma muito respeitosa, trazendo preparações tailandesas, chinesas, japonesas que seguem a tradição do preparo.

Quem comanda a cozinha do Mangostin é o Chef Raimundo Castro que, com muita elegância e bom senso, qualidades indispensáveis para quem pratica essa cozinha milenar e de muita tradição, exerce o seu métier, arriscando, no ponto certo, uma sutileza ou outra que dá um diferencial nos sushis, sashimis e outras delícias.

Fui convidado pelo hotel em uma sexta-feira, dia do Festival de Sushis do Mangostin, e me deliciei com muitas preparações delicadas, combinadas e bastante saborosas. Tudo em uma mesa repleta de bem-querer e conversa boa e de paz.

Não me surpreenderam o serviço de salão e a cozinha tão prestigiada pois, além de receber o  “Turismo Responsável” de segurança e higiene, o Hotel Gran Marquise decidiu criar seu próprio selo de segurança e higiene, o Gran Marquise Safe, que fica estampado nos apartamentos e espaços de uso que acabaram de passar por um processo de higienização e aptos para novo uso. O processo de limpeza é minucioso e abrange locais de contatos com as mãos, como maçanetas, interruptores e torneiras. Além disso, álcool em gel e máscaras descartáveis fazem parte dos itens de “amenities”. Outra medida adotada é o encerramento da comunicação por papelaria. E, assim, todas as informações de cardápio e do hotel estão disponíveis através de QR Code e Guest Service em respeito ao Decreto do Governo do Estado do Ceará e com o objetivo de resguardar a saúde de todos. O uso de máscaras é obrigatório nas dependências comuns do hotel. A utilização de elevadores é limitada a 1 pessoa ou grupo familiar que esteja hospedado no mesmo apartamento e o trabalho de higienização é constante. As refeições também passaram por mudanças. O café da manhã pode ser servido no apartamento ou no restaurante Mucuripe sem custo adicional. As mesas e cadeiras dos restaurantes são sinalizadas para garantir o distanciamento entre as pessoas e o uso do cardápio é feito por meio de QR Code. O lobby bar funciona com os mesmos critérios de higiene e distanciamento, assim como os restaurantes Mangostin e Mucuripe. Outra novidade é o retorno da Feijoada 8 Estrelas e do Festival de Sushi, que citei acima. Vale uma visita e uma experiência gastronômica diferenciada no Hotel Gran Marquise. Vejam nos flashes as delícias desse festival que acontece às sextas-feiras, das 19 a zero hora.

Serviço
Restaurante Mangostin
Hotel Gran Marquise
Avenida Beira Mar, 3980
Tel. 40065000


Lugares & Sabores
(*)  O Chef Leo Gondim é formado em Gastronomia, aperfeiçoado no Cordon Bleu de Paris (França), professor de Gastronomia da UFC, Consultor em Planejamento e Elaboração de Cardápio e Doutorando em Alimentação/ Turismo/ Geografia pela UFC. Email: chefleogondim@gmail.com

Compartilhar

Deixe seu comentário